Sexta-feira, 22 de Junho de 2012

Apesar de tudo, o verde (ainda) é a cor da esperança…

Como todos sabem, os clubes portugueses, seguindo o exemplo do País, têm vivido desde há muito acima das suas possibilidades, acumulando alegremente passivos colossais, que actualmente são da ordem das centenas de milhões de euros, com especial relevo para os três grandes.

Na verdade estão completamente falidos, mas estranhamente continuam a gastar como se não houvesse amanhã.

O Sporting – de longe a maior potência nacional e uma das maiores do mundo ao nível da formação de jogadores – deixou, por força dos péssimos resultados desportivos das últimas épocas, de conseguir vender as suas maiores pérolas, pela simples razão de que não as tem.

Muitas dessas pérolas estão na nossa selecção. Dos 23 jogadores presentes no Europeu, dez (10) foram “feitos” no Sporting: Rui Patrício, Beto, Hugo Viana (em substituição de Carlos Martins, também formado em Alvalade…), Moutinho, Custódio, Miguel Veloso, Cristiano Ronaldo, Nani, Quaresma e Varela.

Destes, apenas o Patrício ainda lá está. Por enquanto…

O último a sair – o Moutinho – já foi, aliás, uma demonstração inequívoca do empequenecimento do clube – ou dos seus dirigentes, o que vai dar no mesmo… –, uma vez que foi vendido directamente a um adversário, coisa sem paralelo na história do nosso futebol.

A venda de jogadores, não sendo nunca do agrado dos adeptos, permite no entanto o encaixe de alguns milhões de euros que, se não são suficientes para equilibrar as contas – para isso seria necessário, no caso do Sporting, descobrir petróleo em Alvalade, já que os chineses e/ou os angolanos não há meio de se chegarem à frente… –, tinham pelo menos o condão de ir tapando alguns dos muitos buracos que por lá existem.

Ora, se o Sporting já era “acusado” de vender prematuramente as suas maiores promessas, com o duplo prejuízo de não as rentabilizar ao máximo, nem em termos desportivos nem financeiros, o que dizer agora, que passou a dedicar-se ao “tráfico de menores”, tentando desesperadamente “vendar” miúdos dos juniores por meia dúzia de patacos?

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/sport/sporting/jorge-mendes-quer-ca-e-edgar-ie

Entretanto, o Porto continua a recusar vender o seu melhor jogador, o Hulk, numa tentativa, que provavelmente será bem sucedida, de fazer subir o seu preço.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/sport/fc-porto/pinto-da-costa-hulk-nao-teve-propostas

Depois, para o substituir, basta-lhe examinar a longa lista de jovens jogadores formados em Alvalade e “despachados” pelo clube verde-branco, para conseguir reforçar o seu plantel com alguma pérola que por aí ande escondida, a exemplo do que sucedeu com o Silvestre Varela (só por curiosidade, o Pepe também esteve à experiência no Sporting antes de ir para o Porto).

publicado por Mário Pereira às 13:25
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Contador

.Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. A culpa é dos pilotos. E ...

. Há poucos médicos. Porque...

. Vão trabalhar, malandros!

. Apetecia-me atirar o Maga...

. Nasci refugiado

. A triste natureza humana

. Estamos entregues às mafi...

. Aprender ou não a lição, ...

. Cristiano, Bento e Jardim...

. (Des)humanidades...

.arquivos

. Maio 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds