Terça-feira, 24 de Janeiro de 2012

Tavas tão bem calado...



Cavaco diz que reforma poderá não chegar para as suas despesas
Questionado pelos jornalistas sobre o facto de poder receber subsídio de férias e de Natal pelo Banco de Portugal, Cavaco explicou:
«Tudo somado, o que irei receber do Fundo de Pensões do Banco de Portugal e da Caixa Geral de Aposentações quase de certeza que não vai chegar para pagar as minhas despesas».


Cavaco recebe mais 2900 euros para despesas
Cavaco Silva recebe 2900 euros por mês para despesas de representação, noticia o jornal «i» desta segunda-feira. 
A verba está consignada em Orçamento do Estado – 4,5 milhões de euros por mês para este ano. Este dinheiro serve para o pagamento de despesas do gabinete de Cavaco Silva, Casas Civil e Militar e também para pagamento de despesas de anteriores Presidentes da República.
Os 2900 euros são acrescentados aos cerca de dez mil euros de pensões que o Presidente da República aufere.


Petição que pede demissão de Cavaco Silva tem quase quatro mil subscritores
Quase 4000 pessoas já assinaram a petição online que pede a demissão do Presidente da República, considerando que, perante a «falta de senso e respeito» das declarações sobre as suas pensões, não reúne condições para representar os portugueses.


Moedinhas no Palácio de Belém para «ajudar» Cavaco
«Traz uma moeda para o Presidente». O nome não engana: é mesmo para o que é que é. Trata-se de umflash mob que está a ser dinamizado nas redes sociais, esta segunda-feira, e que pretende levar ao final da tarde desta terça-feira ao Palácio de Belém todos os que pretendam ajudar a Presidência da República.
O objectivo do evento, marcado para as 17.30 horas, é «auxiliar este pobre reformado».
Como? «Com uma 'moedinha'».


PPM espera de Cavaco «arrependimento público» 
O PPM manifestou, esta segunda-feira, «condenação e repúdio» pelas declarações do Presidente da República relativamente ao valor das suas reformas e espera «arrependimento público».
«Sabendo que o rei D. Carlos doava 20% da sua dotação em 1892 como forma de se solidarizar com o país no âmbito do combate da crise que então o assolava, é triste ver que, 120 anos depois, o representante máximo da nação, ao invés de mostrar um esforço semelhante, como demonstração de solidariedade para com todo o povo português, queixa-se».


Declarações de Cavaco Silva «correram mal», diz Daniel Bessa
O economista Daniel Bessa, ex-ministro da economia de Guterres e um apoiante de Cavaco Silva, reconhece que o Presidente da República não esteve bem nas declarações feitas na sexta-feira quando admitiu que as reformas não chegam para as despesas que tem.
Daniel Bessa diz que também ele já errou. Nessas alturas paga um preço e espera que os amigos o avisem e o aconselhem para não repetir o erro.
Mas então, por onde andarão os amigos de Cavaco? Duarte Lima, Oliveira Costa ou Dias Loureiro, noutros tempos grandes amigos e conselheiros de Cavaco Silva, estão hoje ocupados com outras tarefas de superior importância: tentar não ir para ou sair da prisão... Compreende-se por isso que não estejam disponíveis para o aconselhar, mas não haverá sucessores à sua altura? É bem verdade que as grandes figuras são como os eucaliptos, secam tudo à sua volta...


Cavaco «não foi feliz», diz Marcelo
No seu comentário na TVI, Marcelo Rebelo de Sousa considerou que Cavaco Silva, ao falar sobre as pensões que aufere, quis «marcar um penalti para a baliza e saiu para a bancada».
Para Marcelo, o chefe de Estado pretendia passar a ideia que apenas ficou implícita de que também os privilegiados têm agora de fazer alguns cortes nas despesas.
«Queria dizer implicitamente que 'vejam, até eu, privilegiado', coisa que não disse e acho que estava subentendido, 'tenho de cortar', ou como disse Passos Coelho 'os sacrifícios são para todos'», explicou.


Palavras do PR foram um «insulto», diz Jerónimo de Sousa
«Sabendo que o Presidente da República beneficia de um rendimento de dez mil euros, as suas palavras são quase ofensivas para os ouvidos e a vida dos portugueses que não sabem como é que se hão-de governar com 200 e 300 euros de reforma», comentou.


Carvalho da Silva: PR mostra falta de percepção dos problemas do país
Cavaco Silva meteu-se numa «grande trapalhada face àquilo que são os seus rendimentos reais e a diferença entre eles e a situação em que se encontra grande parte da população».

Ex-candidatos à presidência chocados 
Em declarações à TSF, Fernando Nobre disse: «o que estarão agora a pensar os mais de 300 mil portugueses que têm reformas inferiores a 300 euros»?
Por sua vez, Francisco Lopes afirmou: «Uma vez que a acumulação de reformas que tem pode atingir cerca de 10 mil euros, dizer que este valor não dá para pagar as suas despesas por parte de alguém que tem apoiado todas as medidas de corte de salários, de subsídios, de pensões de reforma, não deixa de ser profundamente insultuoso».
publicado por Mário Pereira às 10:31
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Contador

.Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. A culpa é dos pilotos. E ...

. Há poucos médicos. Porque...

. Vão trabalhar, malandros!

. Apetecia-me atirar o Maga...

. Nasci refugiado

. A triste natureza humana

. Estamos entregues às mafi...

. Aprender ou não a lição, ...

. Cristiano, Bento e Jardim...

. (Des)humanidades...

.arquivos

. Maio 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds