Terça-feira, 6 de Novembro de 2012

Jornalismo e negócio: um equilíbrio difícil...

Eu gostava de viver num mundo em que os media não pertencessem a grandes grupos económicos, nem ao Estado. 

Gostava que os media fossem exclusivamente projectos jornalísticos, e não de poder, que pertencessem aos próprios jornalistas, e/ou ao público.
Isso sim, possibilitaria a verdadeira e total independência dos jornalistas.
Ah!, e claro que gostava que esses media fossem financeiramente viáveis, de preferência sem publicidade, ou pelo menos sem dependerem de dois ou três grandes empresas e/ou do Estado.
Chamem-me lírico ou, como diria o Henrique Monteiro, chamem-me o que quiserem, mas, como também diria o bom gigante Torres, deixem-me sonhar...

publicado por Mário Pereira às 23:00
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Contador

.Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. A culpa é dos pilotos. E ...

. Há poucos médicos. Porque...

. Vão trabalhar, malandros!

. Apetecia-me atirar o Maga...

. Nasci refugiado

. A triste natureza humana

. Estamos entregues às mafi...

. Aprender ou não a lição, ...

. Cristiano, Bento e Jardim...

. (Des)humanidades...

.arquivos

. Maio 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds